sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Quem sabe?


Talvez um dia eu faça tudo que sempre tive vontade de fazer mas nunca fiz. Como aquela viagem que vivo adiando, ou aquela dieta... Talvez um dia tudo dê certo, e a gente se reencontre mais na frente. Quem sabe mais lá na frente, tudo se esclareça, e eu descubra que tudo deveria ter acontecido exatamente do jeito que aconteceu. Talvez não, com certeza. Sei que tudo se justifica mais na frente, e eu só vou precisar assistir e ligar os pontos.
Quem sabe um dia eu decore os acordes de uma música sequer e consiga tocar no violão, ou consiga tocar Hangar 18 no guitar hero sem perder no solo final. Talvez eu crie coragem para colocar em prática todos os planos que faça na minha cabeça. Eu vou entrar em slowmotion, balançar os cabelos, dizer “ei, você!” e um “to be continued...” vai aparecer na tela. Ou não. 
Talvez um dia eu pare de imaginar as cenas na minha cabeça, e comece a imaginar coisas que realmente possam acontecer. E quem sabe um dia eu termine esse texto com “Um dia eu fui lá e...”.

2 Falatórios:

Priscilla Saraiva disse...

profundooo niana, tbm me pergunto essas mesmas coisas..

Camila Figueiredo disse...

Achei o texto muito parecido comigo, tirando a parte do guitar hero.. gostei maix lhienda! Quando vc vender seu primeiro livro, eu vou ir la furar fila e pedir pra vc assinar! ;)

Postar um comentário